Nova pesquisa diz que isso torna as pessoas mais inteligentes

Uma recente pesquisa realizada pela Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, descobriu que  fazer 'aquilo'  pode  estimular o crescimento de células cerebrais. O estudo também descobriu que o stress é um dos maiores inibidores do desenvolvimento dos neurônios. A experiência realizada em ratos e camundongos revelou que o 'ato delicioso' poderia torná-los mais inteligentes,  agindo na função cognitiva com o aumento de neurônios recém-chegados no hipocampo, região onde as memórias de longo prazo são feitas. Os ratos foram analisados durante meia hora em um estudo que concluiu que a 'relação picante' pode estimular a neurogênese adulta (desenvolvimento dos neurônios) e, assim, restaurar a função cognitiva.

É bom lembrar que camundongos e humanos têm planos corporais e fases de desenvolvimento similares. Não à toa, os bichinhos são testados antes de qualquer experimento envolver seres humanos.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.